TeamViewer firma primeiro acordo comercial para distribuição no Brasil

TeamViewer firma primeiro acordo comercial para distribuição no Brasil

TeamViewer firma primeiro acordo comercial para distribuição no Brasil

A Boxware passa a distribuir via canais produtos comerciais da empresa alemã para clientes corporativos no País

A TeamViewer está traçando novos planos para expandir negócios no Brasil. A estratégia da empresa alemã, amplamente conhecida pelo seu programa para suporte remoto, inclui diversificação de produtos, mas, sobretudo, um acordo de distribuição com a brasileira Boxware, que visa mudar o patamar de negócios da empresa no País.
Até então, a companhia vinha atuando com revendas de menor porte no Brasil – são cerca de 100 parceiros no total. O novo acordo comercial com a Boxware tem como foco a distribuição via canais dos produtos comerciais TeamViewer a clientes corporativos no Brasil, focado principalmente na conquista de novos clientes.

Finn Faldi, Presidente da TeamViewer Américas, destaca a América Latina como uma das regiões de crescimento mais acelerado para a empresa, sendo o Brasil na posição de principal mercado da região. “É um país com negócios em expansão e queremos ser parte disso”, afirmou, em entrevista à Computerworld Brasil.

O executivo admite que, apesar de contar com milhões de usuários no Brasil – são 85 milhões de instalações no País -, a empresa não alcançou o sucesso que poderia ter por aqui. “Pensamos em um plano para sermos bem sucedidos no Brasil, e ele inclui a escolha do melhor parceiro”, comentou, referindo-se ao novo acordo. “A Boxware tem toda infraestrutura e fundação, para crescermos.”
Faldi prefere não estimar uma meta de crescimento, mas define o objetivo como “acelerar os negócios de forma substancial”.

“Prefiro não definir uma porcentagem. Faremos (a estratégia) construindo confiança. Estamos pisando no acelerador com foco nos clientes”, comentou o executivo. “Não vamos nos prender a um número, mas não podemos entrar em um mercado como o Brasil sem pensar que podemos dobrar nossos negócio.”

Operação

O acordo com a Boxware ganha ainda mais importância considerando que a TeamViewer não conta com operação física no Brasil. A empresa tem operações apenas na Alemanha, EUA, Japão, Índia e Austrália. A China é o próximo país a contar com operação local, mas a América Latina ainda não está na rota. No entanto, Faldi não descarta a possibilidade em um futuro próximo.
Toda operação de vendas e suporte da região é feita a partir da Flórida, nos EUA, onde a TeamViewer conta com profissionais nos idiomas inglês, espanhol e português.

Novos negócios

A ferramenta de acesso remoto é o carro-chefe da companhia, mas recentemente a TeamViewer passou a apostar em duas novas frentes para diversificar o portfólio.
A empresa lançou uma solução de conectividade para internet das coisas (IoT) e, no fim do ano, lançará uma solução de suporte remoto baseada em realidade aumentada. Ambos os produtos ligados à proposta inicial da empresa: suporte e acesso remoto.
No caso de IoT, Faldi explica que a empresa está em fase de piloto com clientes principalmente na Europa, mas as portas para o Brasil estão abertas. Ainda não é uma estratégia definida para a região, mas possibilidades sempre existem.
“Não temos clientes no Brasil nessas plataformas. Mas, claro, se alguma empresa brasileira quiser falar de AR e IoT, ficaremos felizes em realizar um piloto. Acabamos de fazer os primeiros testes na Europa e estamos expandindo. É apenas o começo da estratégia”, completou.

Fonte: Computerworld